top of page
  • Foto do escritorLo Lombardi

As melhores vistas de Paris : Um desbunde.

Atualizado: 9 de abr. de 2019

Quer ver Paris do alto, sem gastar quase nada? Então tenta ir em um desses lugares que eu vou indicar. Aqui embaixo eu e meu primo pensando em como o Napoleão III morreria de inveja de saber que temos vista exclusiva do seu xodo, a Opéra Garnier. :D


Todas as fotos do blog são reais, de quando eu arrasto pessoas pra fazer esse programas comigo :D

Eu ja vou avisando aqui que a Torre Eiffel não conseguiu se classificar pra esse top 4 pesadão. Como aqui não é um blog sobre o que você TEM que fazer, mas sobre o que eu realmente acho que vale a pena ver e sentir de maneira genuina, a bichinha de ferro ficou de fora.


Minha teoria sobre ver Paris é...VER TODA Paris e o que é Paris SEM a Torre Eiffel? Eu sei, pode parecer idiota, mas aos 22 anos, quando subi pela primeira vez nesse emaranhado de ferro charmoso, me dei conta de que não veria.. a bendita da torre!!! (Eu sei gente, não foi um momento de orgulho, e meu QI deve ter caido uns 45 pontos, mas a historia infelizmente é real).


Assim, ao invés de pagar 25 euros e se estapear com 367 pessoas pra ver o boneco de cera do Gustave Eiffel, eu aconselho algumas outras panorâmicas de tirar o fôlego :


  • Teto da Galeries Lafayette

Eu adoro esse teto, que fica localizado no sétimo andar da famosa boutique haussmaniana. Totalmente gratuito no acesso, o terraço da galeria tem uma vista privilegiada dessa cidade apaixonante. Eu gosto muito de jogar "Onde esta Wally" cultural, procurando a Notre Dame, o centro Georges Pompidou, o Arco do Triunfo, a Torre (olha ela ai!) e tantos outros marcos historicos da capital. Mas, imbativel mesmo, é olhar de tão perto a lindissima Opera Garnier e se perder procurando os detalhes curiosos idelizados pelo Charles Garnier ( eu ja aproveitaria na descida e faria, por 13 euros, o tour dessa sala de espetaculo, vale MUITO a pena).


Metro : Chaussée d’Antin Lafayette - Linha 7 ou 9


  • Teto do Institut du monde Arabe

Ha alguns anos fui no Institut du monde Arabe pra ver, obviamente, uma exposição sobre o Egito. Uma excelente curadoria, tratando da Arqueologia subaquatica, relatando a descoberta de algumas ruinas encontradas em Alexandria, que remetiam à Osiris. Não sei como sai viva de la, mas eu estava tão emocionada que resolvemos eu -e o pobre do Michel - subir pra tomar um ar e um café. Foi ai que eu descobri, sem esperar, no nono andar, uma vista poetica e linda da catedral mais antiga de Paris : Notre Dame. Eu fiquei arrepiada, fazia um dia lindo de primavera e o reflexo do rio na cidade quase mata essa canceriana. De graça e super acessivel, recomendo muito pra quem quer uma foto diferentona da catedral.


Metro : Sully Morland - Linha 7


  • O topo do Arco do Triunfo

Esse é um passeio pago e meio clichê, mas que eu não deixo de recomendar por um motivo bem especifico. Pra conhecer Paris é preciso conhecer, na ponta da lingua, o nome do Barão de Haussmann. Melhor do que qualquer bola de concreto, o Barão demoliu meia Paris (literalmente), com o intuito de modernizar e dar aquele ar "clean" pra cidade (num resumão bem ruim ;D). Toda vez que subo no arco, e vejo 12 avenidas perfeitamente simetricas, largas e arborizadas la de cima, eu entendo o que ele idealizou - e conseguiu- fazer. Por 12 euros você tem uma vista incrivel (inclusive da Torre Eiffel e da Champs-Elysée) e ainda pode lembrar de mim contando pessimamente uma historia importantissima pro urbanismo e sucesso posterior da cidade-luz.


Metro : Charles de Gaulle-Etoile - Linha 2 ou 6


  • O domo da Basilica de Sacre-Coeur

Esse aqui é bem do jeito que brasileiro gosta : um combo paga 1 leva 2. Montmartre, pra mim, continua sendo um lugar dificil de acertar na hora de comer ou beber. Muitos dos restaurantes la em cima são genericos e caros, não proporcionando nenhuma experiência genuina. Porém, que vista minha gente. Se você tem postado fotos fitness no Instagram, então sua obrigação moral é de subir a pé pelas ruazinhas sinuosas do bairro. A rua Lepic pode ser um bom ponto de partida, ja que passa na frente do café da Amelie Poulin (pelo amor de tudo que é sagrado, não entrem la, nem comam/bebam nada.


Pior do que churrasco grego em dia de virada cultural). Ao chegar la em cima (mesmo trapaceando com o Funiculaire), sente nas escadas na frente da Basilica e admire o pôr do sol. Isso, so isso mesmo. Eu me emociono cada vez com o colorido do ceu, com as pessoas bebendo e conversando, com os amigos reunidos. Depois, se estiver disposto a desembolsar uma dezena de euros e a subir 300+ degraus, suba o domo da Sacre-Coeur. Eu não vou falar muito mais sobre ele, mas eu me senti flutuando em Paris.



Metro : Blanche ou Anvers - Linha 2


 

Bom eu poderia falar, também, da lindissima vista da Tour Montparnasse (paga) ou o teto do museu D'Orsay (pago, incluso no valor da entrada) e tantos, tantos outros. Vou deixar com esses, que são meus favoritos pessoais! Espero que curtam bastante e tirem fotos memoraveis. (Não vou me chamar pra beber, porque ja estavam reclamando que eu so faço isso em todos os posts :D Mas se for beber, não esquece hahaha)

27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page